COVID-19

- conte com o nosso apoio nessa batalha

Publicado em

A urgência de se tratar a saúde mental e dar sua devida importância

Lidando com o Problema

Não é novidade para ninguém que as questões de saúde mental têm ficado em segundo plano durante a pandemia. Longas jornadas de trabalho, a mudança do home office, a jornada dupla, ou mesmo a perda do emprego e fonte de renda. Essas e outras questões assolam milhares de pessoas diariamente, trazendo uma dificuldade adicional para lidar. Mas será que isso é realmente novidade? O doutor António Reis Marques, psiquiatra em Portugal, comenta o problema e faz a seguinte afirmação: a saúde mental “tem sido deixada de lado na medicina” e este é o momento de valorizá-la.

“A pandemia [de covid-19] trouxe a saúde mental para o espaço público e midiático, o que foi, apesar de tudo, importante. Até há pouco tempo, a saúde mental dizia respeito a apenas algumas pessoas, mas hoje, a população tem noção de que a saúde mental diz respeito a todos”, disse. Com essa afirmação, o médico confirma e traz de volta ao debate a necessidade de se tratar o problema da saúde mental, aproveitando o momento que, apesar de desafiador, trouxe o assunto à tona. O médico ainda afirma que se deve tratar o assunto com cautela, não realçando “os tons alarmistas e catastróficos de algumas análises”. Se por um lado a solução do problema passa por uma sociedade mais ligada às questões emocionais, o assunto não se encerra por aí. O grande debate não se encerrará de maneira simples, e não existem caminhos fáceis e únicos, sendo necessária uma discussão constante para que haja evolução na busca por tratamentos.

E você, tem buscado cuidar de sua saúde mental? Ouça o podcast abaixo, criado especialmente para quem procura entender como lidar com essa questão nos tempos de pandemia. Acesse este link para ouvir o podcast

Clinia© 2021 Clinia. Todos os direitos reservados